[Filme] Divergente

Divergente-filme-620x400

Essa era uma crítica que eu deveria ter feito logo depois de ver o filme mas, como sempre, acabei adiando e só agora me obriguei a fazê-la.

Acho complicado fazer a resenha de um filme quando você já leu o livro, porque é extremamente difícil – em alguns casos, até impossível – não comparar ambos. Eu sempre tenho receio de adaptações por que são poucas as que não me decepcionam. Essa adaptação não me trouxe uma grande decepção, mas também não se tornou um dos meus filmes preferidos.

“Em uma Chicago futurística, a sociedade é dividida em facções, com a intenção de evitar conflitos e guerras e manter a paz. Cada facção tem suas próprias características e ressalta uma virtude. As cinco facções são: Abnegação, Erudição, Audácia, Franqueza e Amizade.

Ao completar 16 anos, os adolescentes de cada facção passam por um teste de aptidão que determinam em qual facção eles mais se identificam. Conforme o resultado, a pessoa pode escolher se ira ou não continuar em sua antiga facção ou partir para uma nova – e isso inclui a possibilidade de não voltar a ver sua família novamente, afinal, facção antes do sangue.

Beatrice Prior cresceu na Abnegação, a facção que valoriza o altruísmo, mas ela sempre se sentiu diferente dos outros ao seu redor. No entanto, seu real problema é o teste de aptidão, pois seus resultados são inconclusivos. Ela é o que chamam de Divergente. Isso significa que Tris – como vem a ser chamada mais tarde – consegue se adaptar a mais de uma facção, algo que, ao olhar dos mais poderosos, pode ser extremamente ruim para um sistema aparentemente perfeito.

Tris escolhe a Audácia como seu lar e há diversas cenas de ação por conta disso. Lutas corporais, pulos de trens em movimentos, treinamentos massacrantes e diversos outros testes que servem para provar sua lealdade e seus limites…”

divergente10

Entrei na sala de cinema sem saber o que esperar do filme. Por causa da minha longa lista de decepções em relação a adaptações, eu me obriguei a não criar muitas expectativas sobre ele, então, de certa forma, ele me surpreendeu.

O filme começa com Beatrice – interpretada por Shailene Woodley – explicando como é seu mundo e o sistema de facções, algo positivo para o filme, que não deixou aqueles que não haviam lido o livro ‘no escuro’.

A trilha sonora, os cenários e toda a fotografia do filme foram sensacionais e a caracterização dos personagens melhor ainda – achei maravilhoso cada facção ter uma cor especifica, porque ajuda a diferenciá-los.

Obviamente, algumas cenas do livro foram cortadas e outras mal adaptadas, algo que incomodou bastante.

Divergente-6

O romance se mostrou mal desenvolvido (em relação ao livro) e a atuação de Theo James foi um tanto fraca– foram poucos os momentos que ele conseguiu me passar às sensações que eu sentia quando lia sobre o personagem dele no livro. Não digo que foi uma atuação ruim, mas ele certamente deixou a desejar em algumas cenas.

Em compensação, há a ótima atuação de Shailene e o grande desenvolvimento de sua personagem, além das varias cenas de ação.

Outro ponto mal desenvolvido foram os personagens secundários; além disso, você fica um pouco perdido com eles – a maioria não é ‘apresentada’ e então não ficamos sabemos quem eles são até que algo importante aconteça com eles.

E vou confessar outra coisa: foi muito estranho ver Shailene Woodley e Ansel Elgort atuando como irmãos quando eu sei que eles serão namorados em A culpa é das estrelas.

Mas, apesar de eu ter falado tão mal do filme – acho que eu citei mais os pontos negativos do que os positivos – ainda acho que vale a pena vê-lo. Em seus 139 minutos, Divergente conseguiu cumprir seu papel e conseguiu me entreter.

Alguém viu o filme? O que achou?

Beijos e Abraços?

Umas observações de rodapé:

¹ Vocês sabiam que quem interpretou a ‘vilã’ Jeanine nesse filme – no caso Kate Winslet – foi a mesma pessoa que deixou nosso querido Jack morrer no filme Titanic – sim, ela é a Rose.

² Talvez não tenham percebido, mas eu roubei minha própria resenha: o texto que fiz para contar a historia do livro foi reciclado nesse post rsrs

Um comentário sobre “[Filme] Divergente

  1. Pingback: [Filme] Insurgente | Garota Catarina

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s